sábado, 14 de fevereiro de 2009

Breve comentário sobre a estréia do CININA



A estréia do CININA começou com pé direito, meia hora antes do inicio da exibição a Doc. Point já se encontrava cheia


“Pro dia nascer feliz” é sensível e forte. Com uma boa dose de poesia fala sobre a realidade que não tem nada de romantismo na maioria das vezes. Falando de educação, desigualdade social e de descaso... provoca o espectador, impossível ficar indiferente.

Alem de o filme ser muito bom, o mais legal foi ver a realização de sonhos a muito cultivados que esta caminhando.

A exibição gratuita e livre do filme além de representar democratização cultural é uma “desculpa” para fomentar discussão de ideias.

No debate desta quarta percebemos opiniões diversas sobre o problema da educação em nosso país e chegamos à conclusão de que opiniões diferentes geram possibilidades de ações diferentes. Mas nenhuma delas deve ser desconsiderada, pelo contrario, devemos buscar a mudança por todas as frentes. Foi consenso no debate vários ponto de vista

“Hoje em dia as escolas não tem um dialogo com alunos, querendo saber de verdade quais são as dificuldades de cada aluno” (Zezé Barroso)

“Hoje, não chega a 7% os investimentos na educação quando o mínimo deveria ser de 10%” (Midiã Fraga)

“Falta as autoridades enxergarem que Educação não é só caneta e papel” (Mirelly Manzini)

“Não vemos mais a presença da família na escola, isso dificulta muito o nosso trabalho como professor” (supervisora da rede-municipal)

Melhor do que ver um filme e conversar com pessoas interessantes é saber que está sendo formada uma consciência de que é preciso agir.

2 comentários:

Marcos disse...

o Cinina esta de parabens. Espero mto que as reunioes sejam sempre lotadas e que com isso a boa cultura seje cada vez mais divulgada

Lee disse...

foi muito bom.
força ae para ir em frente...
se precisar... tamo ae.

bjus